5 dicas simples para conseguir um emprego internacional

Um dado publicado recentemente pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) chamou bastante atenção do mercado, embora não seja mais uma novidade. O último levantamento sobre a presença da comunidade brasileira no exterior reforçou o grande interesse da população em construir uma vida fora do Brasil. Tal decisão é voltada, inclusive, para a conquista do emprego internacional.

Também conhecido como Itamaraty, o órgão apontou que em 2020 a estimativa de brasileiros em solos internacionais superou a marca de 4,2 milhões de cidadãos. O crescimento representou um aumento de mais de 600 mil pessoas em comparação a 2018. Ainda segundo a pesquisa, as maiores concentrações são nos Estados Unidos, Portugal, Paraguai, Reino Unido e Japão. Clique aqui e leia a análise na íntegra.

Mesmo com muitos brasileiros fazendo questão de estar em outro país para desenvolver a carreira internacional, não dá para ignorar o crescimento do trabalho remoto nos últimos 2 anos. A pandemia de Covid-19 impulsionou esse modelo no Brasil e no mundo por conta das regras de isolamento. Por isso, hoje é possível almejar um emprego internacional sem nem precisar sair de casa. E o melhor: ganhando salário em moeda estrangeira.

Tanto é que um estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que 7,9 milhões de pessoas estavam trabalhando de forma remota no Brasil em setembro de 2020. Mas atenção: os números são globais! De acordo com a consultoria Global Workplace Analytics, a quantidade de pessoas mundialmente adeptas a esse modelo cresceu 140% desde 2005.

Em relação às áreas de atuação mais promissoras, a de tecnologia com certeza sai na frente e ganha destaque. O brasileiro Mário Pravato Junior, Quality Assurance (QA), que em português pode ser entendido como “Garantia de Qualidade”, está exercendo sua função em Portugal desde fevereiro e comentou sobre o assunto. Vale lembrar que o país foi citado no começo do texto como um dos mais populares entre os cidadãos do Brasil.

“O mercado português está tão aquecido quanto o mercado brasileiro, logicamente que em menor escala, já que apenas a cidade de São Paulo possui mais habitantes do que Portugal como um todo. Mas as vagas não param de surgir e os brasileiros não param de chegar por aqui”, explica Mário.

Algumas dicas parecem simples, mas se não forem realizadas com cuidado prejudicam o match com o emprego internacional
Algumas dicas parecem simples, mas se não forem realizadas com cuidado prejudicam o match com o emprego internacional

Agora que você já tem em mãos algumas referências importantes sobre o cenário dos brasileiros no exterior, é hora de entender o que você está colocando em prática para atingir o objetivo do emprego internacional.

Por mais simples que algumas dicas pareçam ser, se não forem realizadas com extremo cuidado aos detalhes simplesmente não funcionam. Confira abaixo as informações!

Os primeiros passos para emprego internacional

1- Idioma: tenha influência em uma segunda língua

Se para as vagas nacionais a língua inglesa se tornou pré-requisito, quando o assunto é emprego internacional é preciso ter domínio dela. Quem está na missão de conseguir uma oportunidade no exterior sabe bem disso. O inglês é considerado por diversas empresas o idioma universal dos negócios. Então, a pessoa que fala fluentemente vai conseguir se comunicar com clareza com líderes, gestores e colegas de trabalho, mesmo em um país em que o inglês não seja nativo.

Mas não deixe de conhecer outros idiomas, combinado? É uma excelente maneira de demonstrar interesse por novas culturas – o que é primordial para um emprego internacional.

2- Formação: faça cursos e obtenha certificações

Não é indicado investir somente em cursos e certificados na área de atuação. É claro que isso é fator indispensável para comprovar conhecimento e experiência no cargo desejado e nunca deve ser deixado em segundo plano. Quanto maior for a bagagem, melhor. Mas por que não apostar em certificações para comprovar fluência de idioma, por exemplo? No caso do inglês, existe o TOEFL, que possui uma credibilidade incontestável em todo mundo.

Além disso, enquanto o emprego internacional não chega, ter um documento que comprove a sua habilidade em outra língua aumenta as chances de vagas nacionais com benefícios e salários maiores.

3- Networking: invista em uma rede de conexões diversa e ativa

Quem não é visto não é lembrado. Você com certeza já leu essa frase por aí e se tratando de oportunidades de emprego, principalmente as internacionais, ela é mais do que assertiva. Não deixe de se conectar com outros profissionais da mesma área em redes sociais, como o LinkedIn. Também é válido participar, conversar e interagir com os colegas de profissão que estão presentes em grupo de vagas ou de troca de conhecimento em comunidades, como o Slack, Telegram e Discord.

4- LinkedIn: mantenha seu currículo sempre atualizado

O seu CV está atualizado no LinkedIn? Todas as informações inseridas lá precisam estar completas com as últimas experiências profissionais. E anota aí: é fundamental o seu currículo ser disponibilizado para o mercado tanto em português como em inglês. A boa notícia é que a rede social permite que isso seja feito com facilidade. Clique aqui e veja o passo a passo que preparamos para te ajudar.

5- Consultorias especializadas: cadastre-se em bancos de talentos internacionais

O foco para atrair o emprego internacional deve ser em idioma, formação, networking, LinkedIn e consultorias especializadas
O foco para atrair o emprego internacional deve ser em idioma, formação, networking, LinkedIn e consultorias especializadas

Se inscrever em sistemas de consultorias especializadas em recrutamento e seleção que trabalham com vagas estrangeiras é uma dica simples, mas que nem todos os profissionais que querem ir para o exterior se atentam a fazer. Esse passo é importante porque, com o seu currículo cadastrado no banco de talentos, a empresa terá as informações que precisa para saber se você tem fit ou não com uma empresa que está contratando. Fora que o caminho até a oportunidade é encurtado e o tempo do candidato na busca por anúncios otimizado.

Conclusão

Coloque a dica 5 em prática nesse segundo com a Kaptas. Todos os nossos serviços são oferecidos em âmbito internacional, pois não temos limite geográfico de atuação para encontrar o emprego internacional que é mais aderente ao seu objetivo profissional.

Clique aqui, depois busque por “candidatos” no menu do site e preencha o formulário. Leva menos de 1 minuto para concluir a inscrição! Fique de olho que estamos preparando mais artigos exclusivos para auxiliar a sua jornada e aproveite para conferir as nossas redes sociais aqui.

Fique por dentro das novidades!

Inscreva-se na nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos e informações importantes para o recrutamento da sua empresa.